11 | maio
Postagem publicada por: Zapata Lataqueria

10 filmes mexicanos que você tem que assistir

Curitiba, 11 de maio de 2016

Nem só da gastronomia – e que gastronomia – vive o México. O país, de uns anos para cá, vem ocupando espaço no mundo do cinema, com filmes e atores que são destaques mundiais. Podemos ver Salma Hayek, Demián Bichir, Guillermo Del Toro, Gael García Bernal, Alfonso Cuarón, Alejandro Gonzaléz Iñarritu, entre outros, além de diretores renomados e filmes surpreendentes. Hoje, listaremos dez deles para que você veja o quão talentosos são:

O Crime do Padre Amaro, 2002.
Com Gael Garcia Bernal, o longa foi indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, além de ter ganhado nove prêmios Ariel, da Academia Mexicana de Filme. O Diretor foi Carlos Carrera.


Como Água para Chocolate, 1992.
Dirigido por Alfonso Arau, o drama ganhou dez prêmios Ariel e três Kikitos no Festival de Gramado. Na história, uma mulher apaixonada não pode casar devido a uma tradição: ela precisa cuidar de sua mãe.

Amores Brutos, 2000.
Um acidente de carro acaba envolvendo três histórias distintas de personagens que precisam lidar com a realidade da vida.  Outro filme estrelado por Bernal, e dirigido por Iñarritu.

Os Esquecidos, 1950.
O filme ganhou o prêmio de Melhor Diretor, em Cannes. Teve críticas em seu país devido à exposição da pobreza e do crime mexicano.   

O Anjo Exterminador, 1962.
Filme de Luis Buñuel, O Anjo Exterminador é uma obra surrealista sobre os convidados de uma festa de alta classe. O problema é que eles não coseguem deixar o lugar em que estão.

Veridiana, 1961.
Outra obra de Buñuel, ganhou a Palma de Ouro. O filme foi criticado pelo Papa João XXIII, por blasfêmia e indecência.

O Labirinto do Fauno, 2006.
Dirigido por del Toro, o filme foi um grande sucesso de bilheteria nos EUA: é o quinto filme falado em língua não inglesa mais visto no país. No Festival de Cannes, o filme foi aplaudido por 22 minutos, onde foi indicado ao Palma de Ouro. Já no Oscar, o longa ganhou três prêmios.

E Sua Mãe Também, 2001.
Filme de Alfonso Cuarón, foi indicado ao Globo de Ouro (Melhor Filme Estrangeiro), ao Oscar (Melhor Roteiro Original) e conquistou dois prêmios no Festival de Veneza. No filme, dois adolescentes e uma mulher mais velha se aventuram em uma viagem. Detalhe: Bernal também participa do filme, além de Diego Luna e Maribel Verdú.

El Topo, 1970.
A obra, que ganhou destaque graças ao gosto de John Lennon, foi escolhida como candidata ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em seu ano. O filme é do gênero western.

Não Aceitamos Devoluções, 2013.
O longa teve a maior bilheteria já registrada no México, além de ser o quarto melhor filme falado em língua não inglesa mais visto nos EUA. A obra é de Eugenio Debrez.

É claro que existem muitos outros ótimos filmes mexicanos, incluindo o vencedor do Oscar de 2015, Birdman, mas esses 10 valerão muito a pena assistir. Separe os Nachos e os Burritos e bons filmes!